Brasileiros presos no Catar podem ser condenados à pena de morte

Três brasileiro foram presos no Catar por tráfico de drogas, no dia 2 de janeiro. Dois deles são os capixabas, Ioanys Goobl Alvarenga e Hosana Martinelli Porpino, os acusados podem ser condenados a pena de morte ou prisão pérpétua. Aqui no Brasil as famílias sofrem sem notícias dos filhos, a mãe de Ioanys conversou com nossa equipe, e contou como está a angústia de não saber como poder ajudar o filho.